Gerente do BB é morto após ter família feita refém em assalto em Guaxupé, MG




Alexandre Vieira Rodrigues, de 39 anos, era gerente de banco e morreu em Guaxupé (MG) — Foto: Reprodução/EPTV

Segundo a Polícia Militar, família foi rendida em casa e o gerente foi morto com um tiro na cabeça na porta da agência do Banco do Brasil. Criminoso foi baleado e também morreu.

O gerente da agência do Banco do Brasil de Guaxupé (MG) foi morto com um tiro na cabeça durante um assalto na cidade, na manhã desta quarta-feira (20). Alexandre Vieira Rodrigues, de 39 anos, a esposa e o filho adolescente foram feitos reféns por criminosos por volta das 8h, em casa.

Segundo a Polícia Militar, parte do grupo ficou no imóvel com a família refém enquanto o gerente foi até a agência bancária. Dentro do banco, um dos criminosos atirou na cabeça do gerente. Na saída, atirou ainda contra policiais e foi baleado.

Alexandre e o criminoso, identificado como Heder Vasconcelos Lopes, foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros até a Santa Casa, mas chegaram já sem vida. A esposa e o filho da vítima foram liberados próximos a um clube da cidade, entre Guaxupé e Guaranésia.

A polícia segue nas buscas por mais suspeitos. Ainda não se sabe quantos participaram da ação. Policiais do Departamento de Operações Especiais (Deoesp) da Polícia Civil em Belo Horizonte (MG) estiveram no início da tarde na agência com mais policiais da região como parte da investigações.

A agência foi fechada e isolada. (Fonte: G1 Sul de Minas)

COMPARTILHAR