Consulte sempre extratos bancários e do cartão de crédito




Fraudes efetuadas por golpistas e eventuais erros em débitos e cobranças podem ser percebidos por quem faz o monitoramento (Por Maria Inês Dolci) - foto reprodução - 

Desde a última segunda-feira (8), os extratos bancários passaram a utilizar termos padronizados, o que vai facilitar a identificação de operações, como saque na agência ou na caixa eletrônico, depósitos etc. Aproveitando esta mudança, que é positiva para os correntistas, pergunto: você tem o hábito de consultar seu extrato bancário? Se não tem, habitue-se logo.

Quem não consulta, deixa de reclamar de eventuais erros em débitos, cobranças e até mesmo fraudes efetuadas por golpistas.

Não tão antigamente, para consultar saldo, pagamento de contas, investimentos, taxas, transferências bancárias, era necessário um extrato impresso. E, antes da digitalização dos dados financeiros e da automação bancária, dependíamos dos extratos enviados pelo Correio ou de informações obtidas no caixa da agência.

Como o dinheiro, geralmente, é bem mais curto do que o número de dias do mês, acompanhar o movimento de sua conta-corrente é fundamental, também, para combater o endividamento e, que nunca nos ocorra, o superendividamento.

Dever em conta-corrente costuma custar muito caro, pois os juros são elevados. Quem verifica com frequência suas operações bancárias, pode, por exemplo, perceber que ficará no vermelho em determinado dia, conversar com o gerente da conta e negociar alguma forma de pagar menos taxas.

E essa atenção também deve ocorrer com o extrato do cartão de crédito. Verifique cada compra lançada e confira se tudo está certo. Caso não identifique alguma compra que conste do extrato, converse com o gerente.

Quem consegue guardar dinheiro no banco também deve examinar qual o rendimento de cada investimento em relação à inflação, pois poderá optar por outras aplicações mais rentáveis, de acordo com seu perfil de investidor –conservador (mais cauteloso), moderado ou arrojado.

Com a padronização dos termos dos extratos, ficará mais fácil consultar as informações da sua conta-corrente. Mas a padronização é um processo gradual (inicialmente, medida abrange operações de saque e de depósito), que pode levar alguns meses para ser concluído. Em caso de dúvida, entre em contato com o seu banco! Aproveite para se informar melhor sobre suas finanças. (Fonte: Folha de SP)

Notícias FEEB PR

COMPARTILHAR