Taxa negocial Sindicato esclarece sobre a devolução da Taxa Negocial para os associados




Em cumprimento ao que foi aprovado pela categoria em assembleia virtual, o Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região vai devolver, somente para os associados, os 70% que lhe é cabido da Taxa Negocial, que foi acordada pelo movimento sindical com a Fenaban (bancos privados), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Fenacrefi (financiários). Os demais 30% dessa contribuição são divididos da seguinte forma: 15% vão para a Federação, 10% para a Confederação e 5% para a Central Sindical.

Neste sentido, o Sindicato explica que os 70% a serem devolvidos aos associados, referem-se somente à Taxa Negocial cobrada sobre a primeira parcela da PLR, descontada agora em setembro.

Para ter direito ao ressarcimento, os bancários deverão estar filiados ao Sindicato. A devolução será automática somente para associados, com os valores sendo creditados em conta corrente de cada interessado.

Vale lembrar que a Taxa Negocial está sendo descontada no percentual de 1,5% sobre a PLR de setembro, com mínimo de R$ 50,00 e teto de R$ 210,00.
Quanto à devolução dos próximos descontos da Taxa Negocial (veja na sequência desta matéria), o Sindicato dará a devida orientação por ocasião de cada desconto a ser feito.

O Sindicato esclarece ainda que o critério adotado é o mesmo aprovado em assembleia em 2018, sendo que agora não será necessário os filiados fazerem carta solicitando a devolução, o que será feito automaticamente pelo Sindicato em favor dos filiados.

COMO VÃO FUNCIONAR OS
DESCONTOS DA TAXA NEGOCIAL
SOBRE A PLR E SOBRE OS SALÁRIOS

SETEMBRO/2020:
Desconto de 1,5% sobre a PLR, com teto de R$ 210,00, e sobre o salário do mês, desconto de 1,5%, com teto de R$ 250,00. Dos valores descontados, cabe ao Sindicato 70% desse valor (o restante vai 15% para a Federação, 10% para a Contec e 5% para a central sindical). O valor de 70% do salário de setembro ficará com o Sindicato, e os 70% da PLR, o valor será creditado aos filiados.
MARÇO/2021:
Pagamento da 2ª parcela da PLR. O valor de 70% descontado dos bancários, será devolvida aos filiados.
SETEMBRO/2021:
O valor de 70% relativo ao salário, será devolvido para os sócios, e os 70% relativos ao pagamento da 1ª parcela da PLR, ficarão com o Sindicato.
MARÇO/2022:
O valor de 70% relativo à 2ª parcela da PLR a ser paga em 1º de março de 2022, ficará com o Sindicato.
IMPORTÂNCIA DA
TAXA NEGOCIAL
Os bancários precisam saber que a Taxa Negocial é fundamental para garantir os direitos da categoria. Este ano, mesmo sob uma conjuntura adversa, o movimento sindical da categoria bancária conquistou frente à Fenaban um acordo que garante, em 2020, 1,5% de reajuste nos salários, mais abono de R$ 2 mil para todos, e reposição da inflação (INPC estimado em 2,74%) nas demais verbas como VA e VR, bem como nos valores fixos da PLR. E para 2021, prevê INPC e 0,5% de aumento real para salários e demais verbas. Além disso, todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) da categoria foram mantidas.
A CCT acordada este ano vale por dois anos, e para 2021 já está assegurado aumento real de 0,5%.
A CCT dos bancários é uma das mais completas, com dezenas de cláusulas que garantem uma série de direitos, muitos deles mais vantajosos do que os previstos pela legislação trabalhista.

COMPARTILHAR