Banco chinês é 1º com capital 100% estrangeiro a operar no Brasil




Expectativa do XCMG é movimentar entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões em operações de crédito no primeiro ano de atuação

O banco chinês XCMG, que pertence à XCMG (Xuzhou Construction Machinery Group), iniciou neste mês operações no Brasil. Com capital inicial de R$ 100 milhões, trata-se da primeira instituição financeira com capital 100% estrangeiro a obter autorização de funcionamento e operação junto ao BC Banco Central).

A expectativa do banco é movimentar entre R$ 400 milhões e R$ 500 milhões em operações de crédito no primeiro ano, com meta é atingir equilíbrio (break even point) em três anos.

A licença de operação foi concedida em 15 de junho pelo BC. A autorização de abertura foi conferida em outubro de 2019, após o cumprimento de todos os requisitos para a regulamentação de instituições financeiras no Brasil e participação de recursos estrangeiros no capital nacional. Com sede em Pouso Alegre, no Sul de Minas, o banco contará também com escritório em São Paulo.

Em nota a instituição informa que tem como objetivo inicial apoiar os negócios do próprio grupo no Brasil e também ampliar o leque de serviços para empresas chinesas do ramo industrial em operação na América Latina.

Segundo o banco, em um primeiro momento o banco irá ofertar produtos financeiros diversos, como financiamento de máquinas, leasing e investimentos, aos clientes do grupo, revendedores e a indústria de modo geral.

Em um segundo momento, outros serviços serão oferecidos, como modalidades de crédito e de capital de giro, incluindo linhas de crédito do Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos) do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). (Fonte: Estadão)

COMPARTILHAR