Após negociação com o movimento sindical, Itaú antecipa pagamentos em meio à crise no RS




 - foto reprodução -

Em decorrência da grave situação enfrentada pelos funcionários, devido às enchentes no Rio Grande do Sul, o Itaú anunciou medidas para atenuar os impactos sobre seus trabalhadores que residem no estado. Uma delas é a antecipação da Gratificação Semestral, além do adiantamento do pagamento da primeira e segunda parcelas do décimo terceiro salário. Adicionalmente, o banco realizou o pagamento dos estagiários. Outras alternativas estão sendo avaliadas e, assim que definidas, serão comunicadas.

A decisão é fruto da segunda reunião do comitê de crise, formado pelo movimento sindical bancário, bem como integrantes da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Valeska Picovai, secretária de saúde do Sindicato dos Bancários de São Paulo e funcionária do Itaú, acolheu positivamente as medidas anunciadas. Ela ressaltou, no entanto, que o movimento sindical está em busca de ações adicionais. "Os sindicatos ainda pleiteiam a interrupção temporária das metas de desempenho, a não contabilização de faltas para aqueles impedidos de trabalhar e o não funcionamento de agências que careçam de condições básicas de higiene, como ausência de água, por exemplo. Também avaliamos a necessidade de uma linha de crédito especial, sem acréscimos de juros e com prazos mais longos, destinada aos bancários impactados pelas adversidades, bem como outras iniciativas pertinentes", acrescentou.

“Enfrentamos uma situação crítica e desafiadora, porém, nossa prioridade é o bem-estar e a segurança de nossos colegas bancários e de suas famílias. O Itaú está empenhado em prover todo o apoio necessário neste momento adverso e em colaborar com as autoridades e entidades sindicais para superarmos juntos os desafios impostos pelas chuvas no Rio Grande do Sul”, enfatizou o coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú, Jair Alves. (Fonte: Seeb SP)

Notícias FEEB PR

COMPARTILHAR