Sindicato devolverá 70% da Taxa Negocial aos associados




Sindicato devolverá 70% da

Taxa Negocial aos associados

De acordo com o que foi aprovado em assembleia e já divulgado, o Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região vai devolver, somente para os associados, os 70% que lhe é cabido da Taxa Negocial, que foi acordada pelo movimento sindical com a Fenaban, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Fenacrefi. Os demais 30% são divididos a seguinte forma: 15% vão para a Federação, 10% para a Confederação e 5% para a Central Sindical.
Neste sentido, o Sindicato explica que os 70% a serem devolvidos aos associados, referem-se somente à Taxa Negocial cobrada sobre a PLR, primeira parcela, descontada agora em setembro.
Para ter direito à devolução, o associado interessado em receber a devolução, deve preencher o formulário que será disponibilizado pelo Sindicato em seu site (http://www.bancarioscascavel.org.br/),  a partir do dia 3 de outubro próximo, e devolver esse formulário preenchido para o Sindicato, via on line.
Os valores a serem devolvidos, serão creditados aos associados que solicitarem, após o Sindicato receber as listagens enviadas pelos bancos ao Sindicato.
Vale lembrar que a Taxa Negocial está sendo descontada no percentual de 1,5% sobre a PLR de setembro, com mínimo de R$ 50,00 e teto de R$ 210,00.

IMPORTÂNCIA DA
TAXA NEGOCIAL

Os bancários precisam saber que a Taxa Negocial é fundamental para garantir os direitos da categoria. Este ano, mesmo sob uma conjuntura adversa, com a reforma trabalhista do Governo Temer, o movimento sindical da categoria bancária conquistou frente à Fenaban um acordo que prevê aumento real superior aos obtidos por outras categorias no semestre (a média em sete meses foi de 0,97%, enquanto que o aumento real dos bancários será de 1,31%) e a manutenção de todos os direitos previstos na CCT – Convenção Coletiva de Trabalho. Um acordo como esse só se conquista com força e capacidade de mobilização. E não se faz a luta sem recursos.
A CCT acordada este ano vale por dois anos, e para 2019 já está assegurado aumento real de 1%.
A CCT dos bancários é uma das mais completas, com dezenas de cláusulas que garantem uma série de direitos, muitos deles mais vantajosos do que os previstos pela legislação trabalhista.
A reforma trabalhista do Governo Temer, feita sob encomenda dos patrões e em especial dos banqueiros, acabou com o Imposto Sindical sem prever nenhuma outra forma de financiamento das entidades representativas dos trabalhadores, numa clara tentativa de enfraquecer o movimento sindical e, assim, reduzir ainda mais direitos.

COMO VÃO FUNCIONAR OS
DESCONTOS DA TAXA NEGOCIAL
SOBRE A PLR E SOBRE OS SALÁRIOS


SETEMBRO/2018:
Desconto de 1,5% sobre a PLR, com teto de R$ 210,00, e sobre o salário do mês, desconto de 1,5%, com teto de R$ 250,00. Dos valores descontados, cabe ao Sindicato 70% desse valor (o restante vai 15% para a Federação, 10% para a Contec e 5% para a central sindical). O valor de 70% do salário de setembro ficará com o Sindicato, e os 70% da PLR, o valor será devolvido aos filiados que solicitarem a devolução.
MARÇO/2019:
Pagamento da 2ª parcela da PLR. O valor de 70% descontado dos bancários, ficará para o Sindicato.
SETEMBRO/2019:
O valor de 70% relativo ao salário, será devolvido para os sócios que solicitarem a devolução, e os 70% relativos ao pagamento da 1ª parcela da PLR, ficarão com o Sindicato.
MARÇO/2020:
O valor de 70% relativo à 2ª parcela da PLR a ser paga em 1º de março de 2020, será devolvido para os sócios que solicitarem a devolução.

A cada direito de devolução será avisado e disponibilizado no site  http://www.bancarioscascavel.org.br/ o formulário pertinente.
 

COMPARTILHAR