Sindicato denuncia sobrecarga de trabalho e pede contratação de mais funcionários no Bradesco




O Sindicato dos Bancários de Cascavel e Região está reivindicando a contratação de mais funcionários no Banco Bradesco de Cascavel, sob a justificativa de que os empregados da referida instituição estão sobrecarregados.

O presidente do Sindicato, Gladir Basso, que preside também a Federação dos Bancários do Paraná, informa que há tempo as seis agências do Bradesco de Cascavel e da região se deparam com a falta de funcionários em função da saída de bancários, inclusive através do PDV (Programa de Desligamento Voluntário) realizado pelo Banco em 2017.

Essa situação, segundo ainda o dirigente sindical, se agravou agora com o fato de que o Bradesco assumiu a folha de pagamento do funcionalismo público municipal de Cascavel, o que vai acrescentar cerca de 12 mil novas contas de servidores no Banco.

“Desde o PDV de 2017, o Sindicato vem cobrando do Bradesco medidas para resolver este problema da falta de funcionários. E agora, com o agravante da folha de pagamento do funcionalismo municipal, mantivemos novos contatos com as superintendências regional e estadual e também com a direção do Bradesco em São Paulo, cobrando a contratação de mais bancários”, relata Gladir.

Ainda segundo ele, em resposta, o Bradesco prometeu tomar medidas para sanar o problema. “Diante desta promessa do Banco, os diretores do Sindicato dos Bancários de Cascavel estarão acompanhando, já a partir do dia 2 de janeiro, essas medidas que o Banco prometeu adotar e ser elas vão atender às necessidades”, informa Gladir, observando que, a partir disso, “vamos agir para resguardar os interesses dos empregados, que estão sobrecarregados”.

COMPARTILHAR