Reunião com o Vice presidente da Republica sobre a Caixa




 
Dia 31 de janeiro Valfrido Oliveira  presidente da AEAPR e diretor na FEEB-PR  para assuntos da Caixa Econômica Federal esteve em Brasília na reunião ordinária do CD da FENACEF.  No evento estiveram presentes os diretores eleitos da Funcef e inclusive o hoje diretor e agora  indicado pela CAIXA à presidência da FUNCEF, Sr. Renato Vilela.

Na ocasião estava no mesmo hotel o presidente do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro), Levy Fidelix,  candidato a presidência da república em 2014,  e atual chefe do gabinete do vice- presidente Mourão. Solicitamos ajuda para marcar uma audiência com o presidente em exercício Gen. Mourão, a qual para satisfação da classe bancária ativa e aposentados, foi marcada para amanhã dia 12 fevereiro às 16 horas.

Participarão da reunião no dia 12 o presidente da FENACEF  Edgar Antonio Bastos Lima e mais dois membros do Conselho Deliberativo.  Edgar deverá levar as preocupações das entidades representativas dos empregados da Caixa com a indicação do sócio e diretor do Banco Brasil Plural, Pedro Guimarães, para a presidência da empresa pública federal.

O Banco Brasil Plural é o principal credor no processo de recuperação judicial da empresa Ecovix, na qual a Caixa também é credora. É evidente, portanto, a incompatibilidade, por conflito de interesses. Outra preocupação é a indicação, pelo Conselho de Administração da CAIXA, do Sr. Renato Augusto Villela, para o cargo de Presidente da FUNCEF, e da Sra. Andrea Morato, para o cargo de Diretora de Participações, O senhor Villela foi assessor do ex- governador e hoje preso Sérgio Cabral.  As indicações ainda deverão ser aprovadas pelos Conselheiros Deliberativos , ( Seção II Art. 32 inciso VII Estatuto da FUNCEF) , que se reunirá extraordinariamente, para nomeá-los.

Outra preocupação que deverá ser colocada em pauta é a famigerada resolução 23 da CGPAR que estabelece normas e diretrizes para programas de saúde de empresas estatais. A resolução tira direitos adquiridos, trata-se de ação inconstitucional e têm de ser cancelada. O papel da FEEB-PR, da AEAPr e da FENACEF, é continuar exercendo o papel de vigilância, controle e atuação diligente que vêm marcando as suas atuações e que já contribuíram, decisivamente, para o inicio da recuperação da FUNCEF através de postura intransigente na defesa integral dos interesses dos participantes e da proteção do patrimônio, que foram e continuam sendo as prioridades absolutas de atuação.

E na medida do possível lembrar ao vice-presidente que a CAIXA não pertence a um Governo, mas ao Estado Brasileiro. A CAIXA mantém hoje a melhor estrutura de capital entre todos os bancos brasileiros, já alcançou este ano o maior lucro da sua história, vem sendo administrada nas últimas gestões por empregados de carreira da empresa e continua sendo o banco essencial para a sociedade.

COMPARTILHAR