Bancos distribuem R$ 37 bi em dividendos




(Por Talita Moreira)

Os três maiores bancos privados do país distribuíram R$ 36,8 bilhões aos acionistas relativos ao ano passado nas formas de dividendos, juros sobre o capital próprio (JCP) e recompra de ações. O número equivale a 61,7% do lucro líquido ajustado que Itaú Unibanco, Bradesco e Santander alcançaram juntos em 2018, de R$ 59,695 bilhões.

O volume foi impulsionado por um novo recorde de remuneração do Itaú a seus acionistas, e vem num momento em que o governo discute a possibilidade de tributar dividendos em troca de um corte na alíquota de Imposto de Renda das empresas. Ainda não formatada, a medida vem sendo elogiada por executivos de bancos e analistas do setor.

Na noite de segunda-feira, o Itaú Unibanco anunciou o pagamento de uma parcela adicional de R$ 16,4 bilhões em dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP) relativos a 2018 em relação aos R$ 6 bilhões previstos. Com isso, o volume distribuído aos acionistas alcançou R$ 22,9 bilhões, o equivalente a 89,2% do lucro líquido do ano passado. É um novo recorde para o próprio banco, que no ano anterior já havia devolvido aos investidores 83% de seu resultado - melhor marca até então. (Fonte: Valor Econômico)

COMPARTILHAR